Domingo, 21 de Julho de 2024 06:13
77981182798
Saúde Aborto

Autor do PL que equipara aborto a homicídio diz que Lula rebateu texto com 'ataque pessoal'

Em sua declaração, Lula afirmou que desejaria saber como o autor do projeto reagiria se uma filha dele fosse vítima de estupro.

19/06/2024 11h09
Por: F. Silva Fonte: Portal Notícias ao Minuto
Autor do PL que equipara aborto a homicídio diz que Lula rebateu texto com 'ataque pessoal'

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), autor do projeto de lei (PL), que equipara o aborto feito em gestações com mais de 22 semanas ao crime de homicídio simples, classificou como "ataque pessoal" o último pronunciamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o tema.

Nesta terça-feira, 18, o petista sugeriu que o debate sobre o tema deve ser feito como uma questão de saúde pública e afirmou: "a menina é obrigada a ter um filho de um cara que estuprou ela? Que monstro vai sair do ventre desta menina?".

Em sua declaração, Lula afirmou que desejaria saber como o autor do projeto reagiria se uma filha dele fosse vítima de estupro. "O cidadão diz que fez o projeto 'para testar o Lula'. Eu não preciso de teste, quem precisa de teste é ele. Eu quero saber se uma filha dele fosse estuprada, como ele ia se comportar", disse o presidente em entrevista ao Jornal da CBN.

Ainda nesta terça-feira, Sóstenes respondeu, por meio de uma nota, que o "teste" citado por Lula seria para analisar a capacidade do petista em "enfrentar questões morais com seriedade". "Transformar uma questão de vida ou morte em um jogo político é desrespeitoso", completou.

"É realmente triste ver você (Lula), transformando uma questão tão séria em um ataque pessoal. (...) Meus filhos sempre foram ensinados nos caminhos de Deus, aprendendo a distinguir o que é bom e reto", disse o parlamentar.

Fonte: Notícias ao Minuto.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.