Domingo, 16 de Junho de 2024 05:00
77981182798
Polícia Caso Flordelis

Pelo pubiano leva à prisão de Flávio dos Santos Rodriguez pelo assassinato de Anderson do Carmo

A descoberta do pelo pubiano foi uma peça-chave na resolução do caso do assassinato de Anderson do Carmo, levando à condenação de Flávio dos Santos Rodriguez.

06/06/2024 14h25
Por: F. Silva Fonte: Ipirá Notícias.
Pelo pubiano leva à prisão de Flávio dos Santos Rodriguez pelo assassinato de Anderson do Carmo

Contexto e Condenações

No último final de semana, a ex-deputada Flordelis dos Santos Souza foi condenada a 50 anos e 28 dias de prisão, após ser considerada culpada pelo assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. Um detalhe inusitado foi crucial para a polícia descobrir o assassino: um pelo pubiano.

Descoberta Crucial

Os policiais encontraram a pistola utilizada no homicídio no quarto de Flávio dos Santos Rodriguez, filho biológico de Flordelis. Flávio alegou que a prova havia sido plantada, mas os peritos encontraram um pelo pubiano preso no ferrolho da arma.

Análise Pericial

O perito Thiago Hermida explicou que o autor provavelmente utilizou a arma sem coldre, permitindo que um pelo pubiano ficasse preso entre o corpo e o ferrolho da arma. O material genético encontrado foi comparado com amostras retiradas de uma garrafa de água e de um garfo utilizados por Flávio na delegacia, confirmando a correspondência.

Sentença de Flávio dos Santos Rodriguez

Flávio dos Santos Rodriguez foi condenado a 33 anos e dois meses de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de armade fogo, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.

Outras Condenações

Além de Flávio, outras pessoas da família de Flordelis também foram condenadas:

- Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica de Flordelis, foi condenada a 31 anos e 4 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e associação criminosa armada.
- Lucas Cézar dos Santos Souza, filho adotivo de Flordelis, foi condenado a sete anos e meio de prisão por homicídio triplamente qualificado, com a pena reduzida por ter colaborado com as investigações.

Conclusão

A descoberta do pelo pubiano foi uma peça-chave na resolução do caso do assassinato de Anderson do Carmo, levando à condenação de Flávio dos Santos Rodriguez.

Este caso ressalta a importância da perícia detalhada e das provas materiais na elucidação de crimes complexos. As condenações de Flordelis e de seus filhos destacam a gravidade do crime e a extensão da trama familiar envolvida no assassinato.

Da Redação do 40 Graus.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.