Deputado petista defende instalação de CPI para investigar atos antidemocráticos: “A Câmara não pode se calar”

O deputado José Guimarães (PT-CE) protocolou na Câmara Federal um requerimento para criação de uma CPI com o objetivo de investigar os atos com pautas antidemocráticas, realizados no último dia sete. “A Câmara não pode silenciar”, disse ao BNews nesta terça-feira (21), direto de Brasília.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizaram manifestações com pautas antidemocráticas como o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional. O próprio presidente participou dos atos em Brasília e em São Paulo. Após a repercussão negativa, divulgou uma nota recuando.

“A sociedade brasileira quer explicações sobre como os atos ocorreram, que teve a participação efetiva do Governo, da máquina pública, e não se investiga nada”, afirmou Guimarães. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), responsável por abertura de CPIs na Casa, é aliado do governo Bolsonaro.

Durante a entrevista, o deputado petista também criticou o discurso de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU, realizado nesta terça. “Um desastre completo. Discurso fora da realidade do Brasil, mentiroso”, avaliou.

Do BNews.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Idosa se salvou de incêndio no Cabula após latidos de cadela da família
Next post Twitter e Google dizem que ordens de Moraes contra bolsonaristas são desproporcionais e podem ser censura prévia