Demian Maia abre o jogo sobre saída do UFC e possível ‘luta de despedida’ no Brasil

Apontado, por muitos, como um dos maiores lutadores brasileiros da história do MMA, Demian Maia abriu o jogo sobre seu futuro na modalidade. Em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS, a lenda do jiu-jítsu falou sobre a possibilidade de seguir no UFC e, apesar de não ter um contrato em vigor, deseja uma ‘luta de despedida’ no Brasil.

“A minha luta de contrato, quando a gente negociou lá atrás, era contra o Ben Askren. Quando eu lutei contra ele, vinha em uma sequência de duas vitórias e falei que gostaria de fazer mais duas. (…) Só que veio a pandemia, o mundo deu uma mudada e não consegui treinar como queria para essa última luta e queria uma empolgante. Eu fiquei com vontade de fazer mais uma, mas eu sabia que meu contrato se encerrava ali. No UFC, vai depender muito se tivermos um evento com público no Brasil, com uma chance de 50%. Se não tiver um evento com público no Brasil, eu acho mais difícil”, disse Demian.

Aos 43 anos, Maia é o brasileiro com o maior número de triunfos no Ultimate, onde atuou no período entre 2007 e 2021. Por isso, o representante tupiniquim indicou que, caso não tenha uma ‘luta de despedida’ na organização, pode realmente se aposentar das artes marciais mistas.

“No jiu-jítsu, com certeza. Quanto ao MMA, eu acho difícil. Lógico que existem propostas e você nunca sabe o que pode acontecer. Não dá para cravar, mas a minha ideia é terminar no UFC e estou com alguns projetos no evento que dependem disso, também”, sugeriu o brasileiro.

Fonte: Portal Super Lutas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Morre Antônio Américo, ex-prefeito de Riachão das Neves
Next post Homem é preso em flagrante por envenenar ex-namorada no extremo-sul da Bahia