Categories: Esporte

UFC: Petr Yan acusa Aljamain Sterling de encenação

Depois de ser desqualificado e perder o cinturão no UFC 259Petr Yan se desculpou com o rival, mas parece ter mudado de opinião. Dias após a joelhada ilegal em Aljamain Sterling, que custou o título dos galos (até 61,2kg.), o russo insinuou que o rival encenou uma lesão, sugerindo que o oponente teria condições de seguir no confronto. Em entrevista à ‘ESPN’, o, agora, ex-campeão, apontou sua visão do episódio.

“Eu estava tentando entender o que estava acontecendo. Eu revi a cena e notei o árbitro (Mark Smith), dizer ao médico que foi uma joelhada ilegal, dizendo (na sequência), que iria me desqualificar. Aljamain estava sentado perto deles. Estava ouvindo tudo o que o árbitro dizia para o médico. Depois, a gente pode ver que Aljamain começou a se sentir pior. Então, ele começou a mentir no chão”, disse Yan.

Para o russo, Sterling valorizou o momento, entendendo que poderia ser beneficiado com a decisão de Mark Smith em interromper o duelo. Assim, Petr foi além e afirmou que, pelas reações do adversário, seu raciocínio explica o desfecho.

“Você pode ver que, logo após a joelhada, ele estava tentando se recuperar. A partir daí, senti que ele começou a exagerar, a atuar, porque ele escutou o que o árbitro disse. Eu sinto que ele (Aljamain), poderia ter continuado. A decisão era dele, de não seguir. Primeiro, ele disse que não se lembrava do que aconteceu, depois, ele começou a explicar. Ele deu entrevista após o confronto. Para mim, é muito óbvio que ele tinha noção do que estava acontecendo, do que ele estava fazendo. Foi opção dele não continuar e vencer com uma desqualificação”, disparou.

Logo após o espetáculo do último final de semana, o presidente do Ultimate, Dana White, confirmou que haverá uma revanche imediata entre os combatentes. Ansioso pela chance de recuperar seu antigo título, Yan não titubeou e disse que não precisa de muito tempo para voltar ao octógono.

“Eles já me procuraram e perguntaram quando estarei pronto para lutar de novo. Eu disse que em um mês ou dois. Quando quiserem. Como já disse, fui punido pelo que eu fiz. Perdi o cinturão, parte no pay-per-view e tudo o que vem junto com ser o campeão. (…) A revanche é a coisa mais lógica a se fazer”, finalizou.

O encontro entre Petr e Aljamain Sterling marcou a primeira defesa de cinturão do russo. O atleta, que se tornou campeão dos galos em julho de 2020, ao bater José Aldo, acabou se tornando o primeiro lutador da história do UFC a perder o título por desqualificação.

Fonte: Portal Super Lutas.

F. Silva

Recent Posts

Moro: “Quem recebeu suborno é que está criminalizando a política”

Na mesma live com empresários em que disse ter não interesse pessoal na anulação das…

5 horas ago

Moraes pede vista e suspende julgamento de decretos de armas

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), pediu vista e suspendeu nesta…

6 horas ago

Rival de Josiane Nunes estoura balança em quase 4kg. e brasileira tem estreia cancelada no UFC Vegas 24

Má notícia para a torcida brasileira. A francesa Zarah Fairn, que enfrentaria Josiane Nunes em…

6 horas ago

Carmén Lúcia dá 5 dias para Lira se manifestar sobre prazos de abertura de impeachment

A ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia determinou que o presidente da Câmara, Arthur…

6 horas ago

Deputado Tito participa de audiência com o Secretário Nacional de Radiodifusão em defesa de novas concessões para o Oeste

Nesta quinta-feira (15/04), o deputado federal Tito, participou de uma audiência por videoconferência com o…

7 horas ago

Homem é assassinado a tiros após sair da cadeia em LEM

Um homem identificado por Sivonaldo Gomes de Souza, de 32 anos de idade, vulgo Índio,…

14 horas ago