Coronavírus não tem preconceito

1 min


Uma afirmação que fiquei analisando por dias e percebendo como essa pandemia mundial mudou nossas vidas, mas que chegou também mostrando que não tem preconceito. Ao contrário, ela atinge as pessoas de forma igual em todas camadas sociais.

Para a Covid-19 não importa a idade, o sexo ou a classe social. Ricos e pobres quando infectados, têm os mesmos sintomas e acabam batendo na degradação da saúde pública. Já sabemos que as UTI’s não serão suficientes para todos, e a morte pode chegar igualmente, entristecendo famílias e aumentando as estatísticas.

Mas eu quero chegar em um ponto onde posso afirmar que estamos juntos num mesmo barco, lutando pela vida. Uns com mais dinheiro e outros sem nenhum, passando até dificuldades para se alimentar, mas nessa hora é essencial cumprirmos o distanciamento social e as medidas de proteção. Máscaras, álcool em gel, lavar bem as mãos e higiene, precisam ser mais intensas e permanentes.

Com certeza todos estão com pensamentos positivos querendo que tudo isso passe logo, e vai passar, se Deus quiser. Mas como eu disse no início, o coronavírus não tem preconceito, cor, cheiro ou visibilidade. Então, conto com todos vocês nesse momento!

P.S. “Juntos passaremos por isso!”.

Carmélia da Mata.


Like it? Share with your friends!

Fredson Silva

Olá Leitor!
Estamos a disposição!
Fredson SilvaWhatsApp