Categories: Política

Flávio diz que seu erro pode ter sido ‘confiar demais’ no Queiroz

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), disse neste domingo (12), que é alvo de uma investigação ilegal do Ministério Público do Rio de Janeiro, defendeu o arquivamento do caso e afirmou que seu erro pode ter sido “confiar demais” no ex-assessor Fabrício Queiroz.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que a apuração que o atinge é ilegal e “não tem outro caminho” a não ser o encerramento dela.

Os promotores investigam uma movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz enquanto ele trabalhava no gabinete do político na Assembleia Legislativa do Rio.

“Para que esse pedido, se meu extrato já apareceu na televisão? Eles querem requentar uma informação que conseguiram de forma ilegal”, disse. “Não tem outro caminho para a investigação a não ser ela ser arquivada, e eles sabem disso.”

Do Notícias ao Minuto.

F. Silva

Recent Posts

Secretaria Municipal de Saúde comunica mais 4 óbitos por Coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde informa o 216°, 217°, 218º e o 219º óbitos decorrentes…

20 minutos ago

Boletim Informativo Coronavírus (COVID-19), nº 457, de 17 de maio de 2021

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde, informa a situação epidemiológica do…

1 hora ago

Nota de Pesar pelo falecimento do senhor João Calmon de Oliveira

Foi com tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento do senhor João Calmon…

2 horas ago

CDL de Barreiras pede o fim das medidas restritivas impostas ao comércio

A Prefeitura de Barreiras determinou o fechamento do comércio 'não essencial' por 10 dias por…

2 horas ago

Jacobina: Filha do músico Canindé morre aos 22 anos vítima da Covid-19

A jovem Clara Mascarenhas, de apenas 22 anos de idade, faleceu neste domingo (16), em…

6 horas ago

DEPUTADO TITO COMEMORA ASSINATURA DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA DE MUNICÍPIOS DA BAHIA NO PROGRAMA TITULA BRASIL

O programa Titula Brasil, que entrou em vigor no dia 10 de fevereiro, visa permitir…

7 horas ago