Categories: CulturaEducação

HISTÓRIA É CULTURA E EDUCAÇÃO”:CORONEL APOLINÁRIO JOSÉ DE SOUSA

Por Ignez Pitta.

CORONEL APOLINÁRIO JOSÉ DE SOUZA, primeiro Presidente eleito da Câmara (então chamava-se Conselho) Municipal de Barreiras.

Quando a ideia da emancipação de Barreiras, para tornar-se município independente, ainda era um sonho, ficou na memória da população que o maior lutador em prol da sua realização foi o Coronel Apolinário José de Souza, que, inclusive, doou uma casa de sua propriedade para se tornar o Paço Municipal, isto é, Palácio Municipal, onde se instalaram, no dia 26 de maio de 1891 os Poderes Executivo e Legislativo. Mais tarde, em julho do mesmo ano, ali também passou a funcionar o Poder Judiciário.

Esta casa até hoje existe, fica na praça do coreto – como as pessoas dizem – que é a praça Duque de Caxias e funcionava assim: na parte situada em frente à mencionada praça ficavam a Intendência (Prefeitura) e o Fórum, sede do Poder Judiciário. Como o imóvel é muito comprido, vai até à outra rua, que hoje fica em frente ao antigo Mercado, nesse lado funcionou o Conselho Municipal, atualmente chamado Câmara Municipal. 

De 1891 até 1976, esses órgãos sediavam-se ali. Mas, com o crescimento de Barreiras, o imóvel doado pelo Coronel Apolinário ficou pequeno para comportar tudo isso. Foi quando o Prefeito Baltazarino Araújo Andrade construiu novas sedes e para ali transferiu a Prefeitura e a Câmara, enquanto o Fórum alugou um andar no edifício situado na mesma Praça Duque de Caxias, pertencente ao Sr. Germano da Silva.

A existência desse imóvel deve ter facilitado bastante a própria emancipação do nosso município, por já existir o local onde sediar os órgãos públicos que seriam fundados…
Quando, em 06 de abril de 1891 o governador da Bahia sancionou a lei que criava o município de Barreiras e dava à sua sede o título de vila, conforme as leis da época, também indicou para ser Prefeito e Vereadores os nomes que lhe foram enviados, inclusive o do Coronel José Braz de Souza, como Presidente da Câmara. Mas como o Poder Legislativo representa o povo, um ano depois foi eleito como Presidente da Câmara o Coronel Apolinário José de Souza.

Na década de 1920, quando foi Intendente (Prefeito), o Coronel Anfilófio Lopes, ele fez uma grande reforma no Paço Municipal, que ficou com a aparência que é vista nas fotos abaixo. Atualmente está abandonado e perdeu essa beleza que o fotógrafo Napoleão Macedo tão bem retratou, mas pode ser visto na praça Duque de Caxias, todo pintado de branco e com uma placa metálica que informa ser a Casa dos Conselhos, que funcionaram perfeitamente ali por muitos anos, até serem retirados e a casa, então em perfeito estado, ser abandonada.

No aniversário de Barreiras, que se aproxima, a 26 de maio, presto homenagem ao doador desse imóvel que tanto serviço prestou à nossa terra e merece ser preservado e utilizado. Nosso reconhecimento ao Coronel Apolinário José de Souza!


F. Silva

Recent Posts

Secretaria Municipal de Saúde comunica mais 4 óbitos por Coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde informa o 216°, 217°, 218º e o 219º óbitos decorrentes…

22 minutos ago

Boletim Informativo Coronavírus (COVID-19), nº 457, de 17 de maio de 2021

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde, informa a situação epidemiológica do…

1 hora ago

Nota de Pesar pelo falecimento do senhor João Calmon de Oliveira

Foi com tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento do senhor João Calmon…

2 horas ago

CDL de Barreiras pede o fim das medidas restritivas impostas ao comércio

A Prefeitura de Barreiras determinou o fechamento do comércio 'não essencial' por 10 dias por…

2 horas ago

Jacobina: Filha do músico Canindé morre aos 22 anos vítima da Covid-19

A jovem Clara Mascarenhas, de apenas 22 anos de idade, faleceu neste domingo (16), em…

6 horas ago

DEPUTADO TITO COMEMORA ASSINATURA DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA DE MUNICÍPIOS DA BAHIA NO PROGRAMA TITULA BRASIL

O programa Titula Brasil, que entrou em vigor no dia 10 de fevereiro, visa permitir…

7 horas ago